Pascom Responde #009: O cristão pode fazer tatuagens?

Maria do Carmo enviou a seguinte pergunta ao Pascom Responde:

Olá, gostaria de tirar uma dúvida. Sobre tatuagens. Sempre quis fazer uma, mas não sei se é algo certo a se fazer…qual a posição da Bíblia sobre isso? Se não tiver nenhum problema quanto a tatuagem, gostaria de fazer uma com um tema que não fosse contra o que diz a Bíblia. Seria a letra de uma música: “Hoje o tempo voa amor, escorre pelas mãos. Mesmo sem se sentir. Não há tempo que volte, amor. Vamos viver tudo o que há pra viver. Vamos nos permitir” Essa letra tem algo de errado?

Desde já agradecemos a paroquiana Maria do Carmo por nos envia sua questão e podermos esclarecer este tema que é de interesse de todos nós cristãos.

Vamos por partes então:

No capítulo 19 de Levítico, Deus ordena a Moisés que diga a toda a Assembléia de Israel o seguinte:

Sede Santos, porque Eu, o Senhor, vosso Deus, sou Santo

… e cita uma série de regras que devem ser cumpridas desde o versículo 3. No versículo 28, o Senhor diz:

Não fareis incisões na vossa carne por um morto, nem fareis figuras alguma no vosso corpo. Eu sou o Senhor.

…no versículo 37 o Senhor diz:

Observareis todas as minhas leis e meus mandamentos e os praticareis. Eu sou o Senhor.

Estas ordens foram dadas por Deus, para separar o povo de Israel dos povos vizinhos que marcavam a pele com os nomes ou símbolos de seus deuses. Pelo contexto do Levítico ( e também em Deuteronômio 14, 1-2) vemos que as marcas no corpo tinham relação com os rituais pagãos que envolviam a necromancia ( consulta aos mortos; o mesmo que hoje é chamado de “mediunidade”). As marcas no corpo faziam parte da vinculação da pessoa à crença nos deuses e na prática dos seus rituais pagãos, e os simbolizavam. Já o dragão, um dos temas preferidos para as “tattoos” atuais, no contexto bíblico representa o demônio.

No novo testamento, entretanto, não há nada que proíba um cristão de tatuar seu corpo. Contudo, cabe aqui algumas recomendações:

1) Não tatue nada que seja contrária a nossa fé católica;

2) Não tatue seu corpo inteiro ou partes grandes, pois isto pode causar danos à sua saúde.

 

No caso da letra da música que você pretende tatuar, gostaria de frisar um trecho:

“[…]Vamos viver tudo o que há pra viver. Vamos nos permitir[…]”

Como cristãos, devemos buscar e nos identificar com Jesus e seguir o seu exemplo, e não com os modismos do mundo:

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas me convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam” (1Cor 10,23).

Finalizamos chamando uma passagem de Paulo aos Romanos no capítulo 12:

Rogo-vos, pois, irmãos, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos adapteis a este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”(Rm 12,1,2)

 

Por Jair Ortega

Compartilhe: